Death: ouça o novo single do lendário trio, que vêm ao país este mês

(Foto: Divulgação)

Os veteranos do Death vêm ao Brasil para duas apresentações no final deste mês. O trio norte-americano toca em São Paulo/SP (Sesc Pompeia, 27/04) e em Recife/PE (Festival Abril Pro Rock, 28/04). Se você está achando que se trata da extinta banda de death metal liderada pelo falecido guitarrista e vocalista Chuck Schuldiner, enganou-se. Esta daqui é uma das precursoras do protopunk dos anos 1970. 

O grupo nasceu em Detroit, em 1971, originalmente batizado de Rock Fire Funk Express. Era um clã familiar, composto pelos irmãos Bobby (baixo, vocal), Dannis (bateria) e David (guitarra) Hackney – este último que sugeriu a mudança para Death. Sua trajetória não durou tanto, somente cinco anos, mas mereceu um assento na barca da história.

Esses caras misturavam rock com elementos que fariam parte da essência musical de Ramones, Sex Pistols e tantos outros punks. Em 1975, eles foram ao estúdio United Sound para gravar o álbum de estreia. A produção tinha como financiador o presidente Columbia Records, Clive Davis. Apesar do apoio, o executivo insistia na troca de nome para algo com mais apelo comercial. Nada feito! 

Sem acordo, sem dinheiro para finalizar as sessões. O projeto, que deveria ter 12 faixas, estacionou quando chegou à sétima delas. Para evitar engavetar o registro completamente, em 1976, os irmãos fizeram uma vaquinha e lançaram um single com as canções Politicians in My Eyes e Keep on Knocking. O selo responsável pelas únicas 500 cópias fabricadas foi o Tryangle, do próprio trio. O empenho, contudo, mostrou-se ineficiente para a manutenção do Death, que se desfez no ano seguinte.

A ideia do disco, então, permaneceu adormecida por mais de três décadas. Só sairia em 2009, pela Drag City Records, intitulado ...For the Whole World to See. A ocasião animou a banda a retomar as atividades, ainda que desfalcada, pois David sucumbiu a um câncer em 2000. A formação que se consolidou é a mesma que vem ao Brasil: Bobby e Dannis Hackney juntamente com um conhecido seu, Bobbie Duncan – guitarrista do Lambsbread (grupo de reggae comandado pelos irmãos). 

De lá para cá, o Death gravou outro álbum, N.E.W., de 2015, e acaba de divulgar uma nova canção, Cease Fire. A inédita, que você ouve no player abaixo, é um desabafo sobre o mundo conturbado em que vivemos. É uma resposta às atrocidades "que estão sendo demonstradas em nossas ruas, nossas escolas, nos aeroportos, nos cinemas, em locais de adoração, de diversão. Em todos os lugares onde as armas da violência estão destruindo vidas de inocentes – homens, mulheres e crianças", diz a nota postada no site oficial do trio.
 

Comentários